Marketing

Analista de Marketing: como ele evoluiu nos tempos modernos?

Poucas profissões evoluíram tanto nos últimos anos como a de analista de marketing. Antes, era comum ver apenas estudantes de publicidade buscando essa carreira.

A ambição dos “marketeiros” de antigamente era trabalhar em grandes agências, como a África, AlmapBBDO, dentre outras. Hoje, muitos buscam empresas como Apple, Microsoft, Salesforce e etc.

Mas como ocorreu essa mudança? O que motivou essa alteração de foco da área de marketing? A resposta é simples: dinheiro!

Apesar dos excelentes resultados que muitas agências de marketing geravam aos seus clientes, elas tinha uma grande dificuldade, que era mensurar o resultado gerado pela estratégia.

E como o custo do serviço era muito elevado, apenas as grandes empresas podiam pagar por ele. Logo, os analistas de marketing não tinham ambição alguma de trabalhar em PMEs ou empresas de tecnologia.

Afinal, endomarketing, com todo respeito, não atrai tantos talentos quanto a área de propaganda. Mas a Salesforce.com alterou essa realidade.

Aaron Ross percebeu que o marketing poderia gerar resultados muito mais consistentes e a um baixo custo. Então, ao invés de gastar rios de dinheiro com mídia tradicional, ele decidiu investir grande parte do seu budget em geração de leads.

 analista de marketing

Produzindo conteúdo para atrair visitantes e leads, ele conseguiu levar a Salesforce a um fluxo constante de novos clientes. Diferente das campanhas de marketing tradicional que não traziam resultado consistente e de longo prazo, os conteúdos disponibilizados no blog da Salesforce agiam como vendedores, porém 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Com essa mudança, tanto o marketing quanto o analista de marketing passaram a ter KPIs para trabalharem. Isso por si só já foi uma grande mudança. Antes, as áreas criativas das empresas não costumavam trabalhar com indicadores e, a partir de agora, todo trabalho passou a ser medido e mensurado!

Mas quais foram os impactados dessas mudanças na rotina do analista de marketing?

Analista de marketing nos tempos modernos

É incrível como o mundo muda rápido, não?! É só olhar para a internet para chegarmos a essa conclusão.

Se antes dependíamos de cartas para nos comunicar a distância, o telefone e o fax rapidamente mudaram essa realidade. Quando isso aconteceu, a comunicação que demorava semanas passou a demorar apenas minutos.

Já não bastasse essa revolução, ainda surgiu a internet. Agora, todas as pessoas do planeta passaram a ter acesso praticamente instantâneo a informação. E é claro que uma mudança desse nível não ficaria restrita apenas ao ambiente pessoal.

analista de marketing

As empresas rapidamente perceberam as implicações que isso teria no ambiente corporativo. Agora, era possível fazer muito mais com bem pouco. Vários aplicativos e web services, que facilitaram bastante nossa vida surgiram nesse momento.

Os custos de produção caíram bastante e com isso mais empregos foram gerados! Mas para nós, da área de marketing, a revolução que surgiu foi: agora até PMEs podiam estruturar suas próprias áreas.

Com uma conta gratuita criada no Facebook e um analista, já era possível tornar qualquer empresa conhecida. Um problema, entretanto, é que poucas faculdades preparam analistas capacitados para essa nova realidade.

Dilema faculdade x experiência

A educação no Brasil é algo que demora a evoluir. Não vou entrar no mérito, até para não politizar a discussão, mas o fato é que o nosso ensino não se adaptou à realidade da era digital.

Hoje, as faculdades preparam um analista de marketing voltado para trabalhar em agências à moda antiga. Muitos formandos não tem a mínima ideia de como operar com qualidade uma rede social, não sabem como funciona a lógica do SEO e muito menos conhecem as vantagens de se produzir conteúdo rico.

Então, onde é o melhor lugar para buscar um analista de marketing? Meu conselho é: forme os seus dentro de casa. O ideal é buscar um estagiário e oferecer um plano de carreira vantajoso para ele.

analista de marketing

Infelizmente, a única maneira de aprender marketing digital com qualidade é colocando em prática o que ebooks de empresas como a Rock Content, Resultados Digitais, Marketo e etc ensinam.

A desvantagem de buscar um analista formado é que ele custará mais caro que um estagiário e, dificilmente, produzirá um trabalho de maior qualidade (e ainda insistem em dizer que a CLT não gera desemprego).

Se quiser montar uma área de marketing de renome, escute meu conselho. Monte seus talentos dentro de casa! Monte um plano de carreira de qualidade!!!

Revolução do Marketing Digital

Já deu para ver um pouco os efeitos que o marketing digital gerou na organização das empresas. Até a maneira como o RH trabalha foi alterada! Ao invés de buscar apenas pessoas criativas, agora é possível contratar até engenheiros para sua área criativa.

São inúmeras as possibilidades que surgiram com a modernização do marketing. Só para ter uma noção dos cargos que surgiram, temos:

Inteligência Comercial

Não é só no Outbound Marketing que uma pessoa da inteligência comercial trabalha. Ela também gerencia todos os indicadores de marketing e vendas. Além de gerar listas, ela acompanha a evolução no número de visitantes do blog, geração de leads inbound, dentre outras várias coisas.

analista de marketing

É bem interessante ver como o marketing digital abriu espaços para pessoas dos mais variados perfis. Antigamente não era possível imaginar alguém com um perfil extremamente analítico trabalhando com marketing normal de propaganda!

Lead Strategy

Esse é o cargo mais eclético do marketing digital moderno. O analista de marketing que desempenha essa função deve mesclar bastante criatividade, além de gosto por acompanhamento de dados.

Já que ele é o responsável por desenhar os fluxos de nutrição e estruturar toda a estratégia de geração de leads, é necessário que ele saiba a melhor forma de se comunicar com o público alvo.

Suas escolhas vão desde analisar qual é a melhor forma de linguagem a ser utilizada, até verificar qual parte do funil está com melhor e pior desempenho.

estratégias de marketing: conversão

É a união perfeita entre o analítico e o criativo. Esse cargo existe apenas no marketing digital moderno e ao custo que possui, gera um resultado muito robusto!

Comunicação

É a pessoa responsável pela gestão de mídias sociais, blogs e etc. Esse é o cargo que, sem dúvida, nenhuma faculdade consegue ensinar. Não existe hoje um curso superior que trabalhe com esse direcionamento!

Como o foco dos cursos de publicidade e propaganda é bem mais direcionado ao modelo tradicional, é mais fácil encontrar um expert em mídias sociais que não tem curso superior, do que um formado.

analista de marketing

Essa é mais uma daquelas situações bizarras que só o ensino brasileiro é capaz de nos proporcionar.

Mas voltando agora ao perfil do cargo, ele precisa de um pouco mais de criatividade do que para ser um analista. É necessário muita criatividade para saber a forma ideal de se comunicar com os mais variados perfis de leitores, desde os profissionais do LinkedIn até os informais do Facebook.

E também gerenciar um blog não é uma das coisas mais simples. Além de lidar com a produção do conteúdo, ele também é responsável por otimizar todos os artigos, montando sua estrutura de acordo com as boas práticas do SEO.

Viu como é bastante coisa???

Já não bastasse todo esse trabalho, a comunicação também é responsável pelo gerenciamento de relações públicas. Ele é responsável por contratar um parceiro ou direcionar essa demanda internamente e medir os resultados.

Não é porque o marketing evoluiu que os antigos meios de comunicação em massa se tornaram obsoletos. Apenas surgiram soluções complementares e mais baratas do que eles!

Analista de Marketing 2.0

O analista de marketing atual não pode realizar apenas um trabalho. É necessário buscar uma pessoa com multíplas capacidades.

Se antes, um time de marketing necessitava do responsável por relações públicas, um designer e pronto, agora é necessário uma ampla gama de profissionais. Chega a ser engraçado a evolução que ocorreu nesse setor.

Há 10 anos atrás, ninguém imaginaria essa revolução! Mas como já diz Flávio Augusto, não existe estabilidade.

analista de marketing

Flávio Augusto, um dos principais empresários brasileiros e fundador da WiseUp

O analista de marketing atual deve dominar todos os pontos relativos ao marketing digital e pensar fora da caixa. Como grande parte das startups trabalham com o conceito Power to the Edge, hoje um analista possui responsabilidades semelhantes ao de um gestor.

Mas na prática, como isso funciona?

Power to the Edge

Empoderamento é uma palavra bonitinha, mas que na prática poucas empresas colocam na prática. Mas sem ele, o marketing moderno não anda. Mas por quê?

A troca de informações no mundo moderno deve ser feita de maneira rápida, já que ela circula de maneira muito mais rápida. Então nesse mundo, faz sentido pedir “benção” do gestor sempre para tomar uma decisão?! É claro que não!

É claro que o gestor deve ser informado pelo analista de marketing em relação ao trabalho que está sendo feito. Mas isso deve ser feito na daily meeting. No final das contas, deve ser fechada uma estratégia, na qual todos os membros do time trabalham em cima dela!

Ego grande não combina com sucesso profissional… e no marketing moderno não é diferente. O Power to the Edge é aplicado não por ser cool, mas sim pelos resultados que gera.

Está com dificuldades para contratar?

O mercado mudou e a maneira de contratar também deveria ter mudado, certo? Mas não foi bem isso que aconteceu.

Na prática, muitas empresas avaliam errado o perfil dos seus candidatos. É certo que atualmente o perfil do profissional de marketing mudou.

Nós da Outbound Marketing, por exemplo, realizamos o processo seletivo em 3 etapas, diferente dos modelos convencionais, que buscam apenas pessoas bem articuladas e criativas para trabalhar na área de marketing.

Não vou contar como funciona o nosso processo, é claro! Vai que um de nossos leitores tem interesse em se candidatar para uma das vagas. Mas o fato é que hoje você pode buscar economistas, engenheiros e até físicos para trabalhar em sua equipe.

Analistas de dados podem gerar bastante resultado para seu time, por isso o economista pode fazer a diferença na hora de analisar seus indicadores. Já o engenheiro é acostumado a colocar a mão na massa. Ele pode executar grande parte dos processos que estão engavetados em sua empresa.

Já o físico…bem, ele é um físico! É difícil encontrar uma atividade intelectual que ele não domine, ainda mais no campo de exatas!!! Só duvido que o físico irá querer trabalhar com marketing. Mas como dizem, gosto é gosto. Vai que rola?

Quer contratar certo?

Buscar um analista de marketing de qualidade no mercado não é tarefa fácil e nós da Outbound Marketing sabemos disso mais que tudo.

Por isso, se a sua empresa estiver com dificuldades para encontrar o candidato ideal, entre em contato conosco.

Já estruturamos vários processos seletivos e sabemos o passo a passo para encontrar a pessoa certa para o trabalho dentro de sua empresa.

E como arriscar é melhor do que não arriscar, gostaria de pedir que, caso tenham gostado do texto, compartilhem-no. Afinal, todos nós temos um amigo meio perdido precisando de mais informação de qualidade, certo?