capa flipchart friday lgpd e vendas
Flipchart FridayGestão

[Flipchart Friday #70] LGPD e vendas: é o fim da era do outbound?

A LGPD, ou a Lei Geral de Proteção de Dados, pode impactar diretamente o seu processo de prospecção outbound.

Ela veio como uma forma de regulamentar a forma com que as empresas conseguem levantar dados sobre potenciais clientes que desejam prospectar.

Ela já é uma realidade e, se você não se adaptar, pode ser severamente punido. Então, como evitar tais punições?

Transcrição do vídeo

Fala pessoal, mais um Flipchart Friday: Lei Geral de Proteção de Dados e Vendas: É o fim da era do outbound?

Acabou o outbound?

Não! O LGPD não vai matar o outbound, você ainda vai poder fazer suas cold calls e seus cold mails.

Na verdade, a Lei Geral de Proteção de Dados surge como uma medida que visa fazer com que empresas sejam regulamentadas em como elas gerenciam os dados e a privacidade das pessoas.

Para compreender quais são as consequências do LGPD para vendas e para outbound, podemos fazer um paralelo com o que aconteceu recentemente com as operações de telemarketing no Brasil.

De tanto as pessoas ficarem incomodadas com o telemarketing, surgiu uma pressão social para que existisse uma legislação em que o usuário final pode escolher se quer ou não ser acionado através de chamadas de telemarketing.

Ou seja, a abordagem de telemarketing ficou tão saturada, tão ruim, que o próprio governo teve que se mexer para fazer algo.

Hoje, se você recebe uma chamada como essa, você pode bloquear aquele número e, a partir de então, você tem o direito de não receber mais tentativas de contato daquela empresa que está tentando se conectar.

Trazendo isso para o cenário B2B: tínhamos, antigamente, forças de vendas que se baseavam em fazer muito volume, na força bruta.

quadro flipchart friday lgpd e vendas

Esses times faziam muitas ligações, tinham um processo muito focado na venda, muito robótico, enviando muitos emails e muito spam.

O que fazer agora?

Hoje, isso não pode mais acontecer! Sabemos que, como melhores práticas, você precisa:

  • Ter foco no cliente;
  • Ser consultivo;
  • Ser customizado na sua abordagem.

Ou seja, operações de prospecção outbound precisam de mais inteligência. Porém, isso nós já sabemos.

A consequência da LGPD é que, se você tiver mais do lado da força bruta, corre o risco do seu lead bloquear você e, acaba que você perde de vez uma oportunidade.

A conclusão que chegamos é que a experiência de compra vai ser cada vez mais relevante. Então, o jeito que você aborda seu cliente é cada vez mais importante.

O comprador precisa ter mais controle e transparência de como ele realmente está sendo prospectado, de onde os dados dele foram encontrados e se ele quer, ou não, continuar mantendo o contato com a sua empresa.

O que o comprador pode exigir?

O comprador, ou seja, o seu lead tem mais poder. Agora, por lei, ele pode:

Ter acesso à origem das suas informações

Se você está prospectando o lead e ele pergunta:

Onde você encontrou meu contato?

Você precisa ter uma forma organizada para mostrar para o lead exatamente onde você encontrou o contato dele.

Pedir a exclusão das informações

O lead pode entrar com um pedido para você limpar os dados que possui sobre ele das suas bases, porque ele tem esse direito.

Você também precisa mostrá-lo que fez isso!

Solicitar que você não entre mais em contato

Agora ele não só pode marcar você como spam, desligar as suas cold calls e bloquear você no LinkedIn, como também pode entrar com um processo.

Com esse processo, se você tentar contato com ele mais uma vez, você pode ser oficialmente multado pela LGPD.

Futuro do Outbound

Então, no final das contas, o que os times de outbound e prospecção devem fazer?

Lembrando que a LGPD não vai impedir de fazer nenhum tipo de contato ou de levantar informações. O que ela vai fazer é permitir que o lead tenha mais controle sobre o que sua empresa irá fazer com ele.

Ou seja, você precisa fazer boas abordagens!

Se você frustrar o lead, ele vai ter o direito de pedir que você não entre mais em contato e não tenha mais acesso às informações dele.

Na verdade, a LGPD vem como mais um desafio a ser superado pelos melhores times. Os times de vendas, agora, de outbound principalmente, vão precisar:

  • Usar mais variáveis de customização (mais inteligência para o seu processo);
  • Validar abordagens em diferentes canais (os leads podem escolher os canais em que eles querem se comunicar, ou não);
  • Ter mais controle sobre a sua base, usando, por exemplo, tags para organizar os leads (caso alguém peça para você excluir os dados, você tem que garantir que seu time não volte a prospectar aquele lead).

Você vai precisar ter muito mais controle e inteligência para trabalhar. Esse é o principal desafio da LGPD para o cenário de outbound.

Mas ainda não estamos satisfeitos! Estamos estudando muito sobre o tema.

Nos aproximamos do pessoal da Manucci Advogados, um dos maiores especialistas da Lei Geral de Proteção de Dados no Brasil, e vamos fazer um webinar com eles, semana que vem, quarta-feira às 11:00 da manhã.

Vamos tirar todas as possíveis dúvidas que possam surgir sobre como a LGPD pode impactar times de vendas.

Isso é tão importante que precisamos garantir que o mercado inteiro está entendendo o que vai ser esse impacto.

Se você está procurando uma ferramenta que vai dar todo esse suporte, eu sugiro que você converse agora com o nosso time.

Não vamos só tirar as suas dúvidas, como você vai ver, na prática, como nosso software está se preparando para essas mudanças.

Agora, se você não quer ser multado pela LGPD, curte o nosso canal no YouTube, curte o nosso vídeo e deixe seu comentário. Caso tenha alguma dúvida, é só procurar o nosso time, vai ser um prazer ajudá-lo.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *