Vendas

Modelo de Email: 15 prontos para o uso ( E que conseguem respostas)

Modelo de email é importante para manter a produtividade e conseguir a conexão com o potencial comprador.

Como é um modelo, ainda é importante que exista uma mensagem relevante para que o potencial comprador se identifique com ela.

Além isso, sabemos que quanto mais uma mensagem for relevante para o próximo maior será a possibilidade dele executar a ação que estamos buscando.

A ideia com esse conteúdo é dar um direcionamento para você com exemplo para 15 modelos de email.

Se quiser ter acesso a cada um deles (e muito mais) é só acessar o nosso conteúdo com 27 templates de email.

Se você quiser acessar, é só clicar aqui:

27 templates de email

A história do modelo de email

Vamos com um pouco de história.

Em 1971, o programador Ray Tomlison inventou nos Estados Unidos o email. 

Este que tem a origem do seu nome na palavra eletrônica mailing (correio eletrônico), foi inicialmente desenvolvido com o objetivo de se tornar uma troca de cartas por meio do computador.

A ideia era que a troca de mensagens entre usuários da ARPANET (rede de computadores que deu origem a Internet de hoje) fosse facilitada. 

Qualquer pessoa que tivesse um computador desta rede poderia se comunicar por meio da ferramenta.

Foi apenas na década de 90 que o email começou a se tornar uma ferramenta pessoal, com o surgimento dos primeiros serviços de hospedagem.

O primeiro serviço gratuito de hospedagem foi criado pelo indiano Sabeer Bhatia, o Hotmail. 

A partir daí qualquer pessoa podia acessar seu correio eletrônico, de qualquer computador no mundo.

A capacidade dos emails foi aumentando à medida que aumentava a necessidade dos usuários. Inclusão de anexos de arquivos, maior capacidade de armazenar um email, emails comerciais e pessoais. 

Em resumo email se disseminou como uma das principais formas de comunicação no mundo atual.

Onde quero chegar com isso? Sim, vamos cortar a história nesse momento. 

Pontos positivos e negativos do uso de modelo de email

Afinal sei que você leitor que se interessou por esse conteúdo veio até aqui porque queria entender mais sobre como construirseu modelo de email e o contexto ideal para usá-los. Vamos ao que interessa, portanto.

Sabemos hoje que a ferramenta de email possui problemas. 

Caixas de entradas lotadas de SPAMS e emails marketings anunciando promoção de produtos ou serviços que não são do seu interesse, slides fora de contexto e até emails oportunistas, recheados de vírus e softwares maliciosos.

E no meio dessa bagunça, está o seu email, que você enviou para o lead a partir de uma conversa que provavelmente ele não se lembra, ou tentando gerar valor no seu produto/serviço que pode ajudar ele a otimizar os resultados e vender muito mais. 

É difícil, porém necessário, se diferenciar no meio de tudo isso.

E para se diferenciar e garantir um bom email, ele deve ser sempre personalizado de acordo com o lead que você está conversando. 

O ideal é sempre usar todas informações que o lead te passou, para que ele fique o mais customizado possível. 

Dá uma olhada no nosso conteúdo de Cold mailing para entender mais sobre a importância desse email personalizado.

Uma boa maneira de perceber isso é pensar “Será que eu poderia mandar esse mesmo email para outro lead? ”. 

Se a resposta for sim, provavelmente seu email ainda não está personalizado o suficiente. 

Com um time de Inteligência Comercial bem estruturado hoje lá é possível levantar listas de smart leads com vários dados que podem ser usados nesses emails para gerar maior engajamento e garantir melhores taxas de open e reply rate

Com esse trabalho sendo bem feito, fica bem mais fácil identificar dores do seu lead e direcionar o conteúdo do seu email para o problema que ele tem. 

Não basta gerar valor de maneira genérica, é preciso gerar algo relevante para o lead, que vai atrair a atenção dele.

Vale lembrar que existem diferentes contextos de lead, e trabalhar com eles da maneira certa é essencial para gerar resultado nesse processo. 

Não é fácil se conectar com o lead, 80% das vendas requerem até 8 follow ups para serem fechadas. 

Com isso a ideia de trabalhar cadência em vendas

Criar um plano sistematizado de uma série de interações por diferentes meios de comunicação aumentam em muito a chance de converter o lead. 

Sabemos que o uso de fluxos mistos aumenta em 2,5 vezes a chance de conversão no processo.

E sabemos que dentre essas interações várias delas serão sales emails, enviados ao lead com a intenção de divulgar seu serviço. 

E a pergunta que vem na sua cabeça é sempre essa, porque esses leads não respondem meus emails? Onde estou errando?

Cada email tem um contexto e tipo de comunicação específica. 

O email enviado ao lead que levantou a mão para seu conteúdo no blog não pode ser o mesmo email enviado a um de prospecção ativa, que não pode ser o mesmo enviado a um lead que veio por indicação, ou um que você combinou de retomar as conversas no fim do ano.

Para cada tipo de situação, existe uma maneira certa de abordar o lead. 

E é nesse momento de entram os modelos de email da sua operação. 

Os modelos de email que vão ajudar você a ter uma referência de como conversar com um lead de acordo com o estado dele no funil.

Claro, modelos não são emails prontos. 

A personalização de um email é essencial como discutimos mais acima nesse texto. 

Trazer informações relevantes e customizar de acordo com as dores do lead é a tarefa mais importante do vendedor. 

O modelo ajuda ele a direcionar essa comunicação para a situação em que ele está dentro do processo. 

E aí chegamos na pergunta final. 

Quais modelos de email são necessários para meu processo?

Não existe resposta certa para essa pergunta. 

É seu processo, seu produto e seu mercado que vão definir isso.

Mas para ajudar vocês, trouxemos aqui alguns exemplos que podem ser úteis para sua empresa. Sempre bom lembrar que não vale copiar ein? Cada caso é um caso. 

O que vamos trazer aqui são exemplos de modelos de email para ajudar o seu time a desenvolver os próprios.

Vamos lá então.

15 modelos de email prontos para uso

Sem mais demora, vamos aos nossos 15 modelos de email.

Para copiar e colar é só utilizar o nosso ebook com 27 templates!

27 templates de email para você vender mais

Pegou aí?!

Bom demais, agora vamos destrinchar cada modelo de email.

Email de prospecção:

Esse é o clássico email que todo vendedor com certeza já enviou. 

A prospecção de clientes é algo muito comum em diversos segmentos do mercado. O principal objetivo em um email como esse é conquistar a conexão com seus leads.

O ideal é que ele seja curto e objetivo. Pode até ser um email mais longo, mais saiba que se não for relevante ao seu lead dificilmente ele vai ler até o final.

Muitas vezes vai ser o primeiro contato com o lead, portanto é nesse momento que seu time de inteligência comercial precisa fazer a diferença. 

Como você nunca conversou com esse lead antes, o time precisa ser capaz de levantar dados que vão orientar você nesse processo e deixá-lo mais personalizado.

Vale um lembrete. Se o seu email estiver mais focado em expor seu produto ao invés de relacioná-lo com uma dor do lead, dificilmente ele vai trazer grandes resultados.

Dá uma olhadinha nesse email:

modelo de email para prospecção

Em poucas palavras esse email é capaz de demonstrar que primeiro houve um trabalho por parte do vendedor. 

Ele identificou o segmento do lead e relacionou a empresa a de um outro cliente que já teve um trabalho de sucesso gerando uma prova social.

Por fim, ele desperta a curiosidade do lead falando sobre uma nova estratégia de vendas que gera resultado, porém deixa um gostinho de “quero mais”, ao não desenvolver essa ideia e sim chamá-lo para uma nova conversa.

Email de conexão Inbound:

Nesse modelo de email, o foco tem que ser a agilidade e no retorno ao lead. 

Afinal, foi ele quem fez o primeiro contato com a empresa, então ele está interessado em algum conteúdo ou serviço naquele momento, portanto o timing do email é essencial nesse processo.

É bom destacar que nesse caso você já dispõe de diversas informações do lead, que provavelmente preencheu ao entrar em contato.

O foco não vai ser exatamente em levantar informações sobre ele, mas sim em como usá-las em seu modelo de email de conexão Inbound.

modelo de email para conexão inbound

Logo de cara, o assunto já desperta uma curiosidade do lead. 

O uso do nome ajuda a desenvolver uma conexão mais pessoal. Ajuda a mostrar que existe uma pessoa por trás desse email.

Em basicamente parágrafos curtos, porém objetivos, o email é capaz de fazer referência ao material que o lead se interessou, relacioná-lo ao segmento de mercado em que ele está presente e trazer credibilidade a sua empresa ao citar cases de sucesso.

Por fim, ele finaliza com o que deve ser o foco principal nesse tipo de conexão. Convidar o lead para uma nova conversa e entender a fundo o cenário dele e como ajudar.

Email de Follow Up:

Esse tipo de email foca em retomar uma conversa que não foi para frente por falta de resposta do lead.

Portanto ele depende do contato anterior, que pode inclusive ter sido até por outro meio de comunicação.

É essencial gerar valor para o lead nesse email, afinal, se ele não estava tão engajado não vai ser com um email genérico que ele vai voltar para o processo.

O email abaixo é um exemplo de email muito bem customizado e direcionado.

Isso é a arte do follow up.

Dependendo de como foi o contato prévio com o lead, não é possível montar um email igual a esse pela falta de informações.

Nesse exemplo, o email tem como foco o uso de um case de sucesso para justificar a eficiência na estratégia do funil de vendas em Y. Uma prova social muito forte para o lead considerando que ele atua no mesmo mercado.

modelo de email para follow up

O ideal é que o email de follow up gere no lead um sentimento pessoal, que ele perceba que o email foi realmente escrito para ele. Portanto fazer referência ao segmento de mercado, a suas estratégias de vendas, a concorrentes, a materiais e conteúdos lidos. Tudo que possa aumentar a personalização desse contato é válido.

Email de retomada

O objetivo desse é reconectar com o prospect em um momento mais oportuno para a conversa.

É comum o vendedor ter conversar interessantes com leads que tem fit para a solução que é oferecida, porém não ser o timing ideal para dar sequência nesse processo.

Vale lembra que muitas vezes o vendedor que vai retomar com o lead não é o mesmo que teve o contato inicial.

Sempre bom deixar isso claro no email até para gerar no lead um sentimento de importância. Ele vai perceber que houve uma conversa dentro da empresa a respeito dele.

modelo de email para retomada

É sempre interessante abordar pontos essenciais da conversa anterior com o lead e validar se eles continuam da mesma maneira. Se forem vários pontos, vale destaca-los em tópicos para o email ficar visivelmente mais organizado.

Times com fluxos de retomada bem organizados conseguem aproveitar em até 20% leads que seriam perdidos. Vale a pena retomar não é mesmo?!

Email de passagem de bastão:

Este é o último passo de todo Hunter ou SDR.

É o momento em que a reunião com o lead foi marcada e está no momento de passar o bastão para outra pessoa.

O email deve conter a apresentação do Closer que vai atender o lead em sequência e uma sumarização da conversa que o SDR teve com o lead. 

Sempre bom destacar que o briefing é o documento no qual o histórico da conversa vai ser passada no Closer, o email deve conter apenas os tópicos principais, focando na dor identificada no lead, no compromisso de problema e na solução oferecida.

Algo bem útil nesse processo é o closer logo após o email de passagem de bastão enviar um email se apresentando ao lead. Isso gera um compromisso maior com a reunião.

modelo de email para passagem de bastão

Email de Pré-call

Esse email serve para reforçar o compromisso de reunião ou agendamento com o lead. É bastante útil para diminuir a taxa de no-show e remarcação.

O objetivo é simples: Gerar valor ao lead baseado na conversa que vocês já tiveram e confirmar a call marcada.

Sempre bom enviar um conteúdo relacionado ao problema dele ou a solução comentada, até para gerar no lead um sentimento de importância, e de que houve uma conversa interna a respeito dele. 

Horas antes da reunião vale a pena mandar um email de confirmação de call.

modelo de email para pré-call

Email de maturação

O objetivo desse email é aumentar a maturidade do lead.

Ele tem perfil e fit com a solução, porém ainda não está no momento de compra ideal, e vale a pena trabalhar a educação dele antes de dar sequência no processo.

O intuito é nutrir o lead com informações que demonstrem porque a sua solução é útil para ele. É necessário direcionar o lead de acordo com informações que você tem sobre o mercado dele, persona, dores e suas implicações. 

modelo de email para maturação

Email de recuperação

Esse email foca em recuperar um lead que já esteve engajado no processo de vendas, mas o timing não era o ideal do processo.

Ele serve para todos os momentos após o lead se tornar um MQL. Portanto, se o seu processo for segmentado, esse modelo de email é específico para o Closer do seu time de vendas.

Como ele já possui diversas informações sobre o lead o ideal é utilizar dessas informações para gerar valor através de conteúdos novos. No caso de um processo como um número considerável de leads perdidos ao longo do funil, é sempre bom focar naqueles com maior potencial de retorno.

modelo de email de recuperação

Vale destacar nesse email a postura consultiva do vendedor e frases como “como vão as coisas? ” ajudam a criar um relacionamento com o lead e demonstrar que o vendedor está interessado em seu sucesso. Por fim, o material ter relação com as dores do lead relembra ele sobre importância do projeto.

Email de conexão por indicação

Sabemos da importância de um lead de indicação não é mesmo? Afinal, eles têm alto índice de conversão, CAC bem baixo e o principal, eles não estão em nosso controle. Portanto é essencial não os deixar escapar ao longo do funil.

A ideia deste email é se conectar com aquele lead de indicação morna, que provavelmente um conhecido em comum passou o contato desse lead e mencionou um problema que você sabe que pode solucionar.

O ideal é ser o mais específico possível nesse email, para que o lead perceba que realmente existe um conhecido em comum que fez a indicação, e isso não é aquele tradicional email de prospecção. Portanto é necessário destrinchar bem quem passou o contato e porquê.

modelo de email para indicação

Email de reengajamento:

Se o email de recuperação é mais útil para o Closer, esse em sua maioria das vezes é utilizado pelo Hunter ao longo do seu processo para evitar perda de leads do seu funil.

O foco desse email é reafirmar o compromisso de problema que o lead estabeleceu com você.

O ideal é que seja uma comunicação um pouco mais agressiva, reafirmando os motivos pelo qual o lead demonstrou desejo na sua solução e quais as implicações de ele continuar com esse problema dentro da empresa.

O email deve levar o lead ao estado de fear of missing out, em que o lead fica receoso de estar perdendo uma boa oportunidade de conversar com um especialista em vendas.

modelo de email de reengajamento

Email de Break Up:

O próprio nome já fala, o break up email é utilizado para encerrar uma serie de tentativas de iterações com o lead. A ideia não é encerrar esse contato como uma decepção, mas sim como um até breve, afinal esse lead pode futuramente voltar para o funil de vendas do seu time.

O ideal é explorar o gatilho de escassez, demonstrando que esse será seu último contato com o lead. Gerar valor demonstrando que você tentou por várias vezes se conectar com o lead gera empatia e incentiva o prospect a responder.

modelo de email de break up

Email de Champion Letter:

A champion letter é umemail que recapitula tudo que foi conversado com o lead.

Na maior parte das vezes enviado pelo closer após a reunião de DBA, ele deve ser focado em reafirmar o compromisso de problema e a solução apresentada.

É um email objetivo e super personalizado, afinal ele é a ponte entre o diagnóstico e a proposta. Reforçar o que está sendo vendido a ele e qual o valor nisso para a empresa do lead.

Ele é essencial para assegurar o engajamento do lead dentro do processo de venda e garantir que expectativas foram alinhadas, para que não haja nenhuma surpresa na proposta.

exemplo de champion letter

Email de prospecção Twist the Knife:

Nestes últimos 3 modelos de email vou abordar emails de prospecção específicos, que podem ser usados de acordo com um contexto em que o lead se encontra. 

O modelo de email Twist the Knife tem como foco tangibilizar o tamanho do problema do cliente, buscando deixar a claro a implicação dentro da empresa.

Ele precisa ser mais agressivo, mas sem ser ofensivo. Afinal por maior que seja o problema, ele pode não ser a prioridade do lead.

modelo de email Twist the knife

Nesse exemplo o vendedor foca no processo de contratação do lead, demonstrando que a motivação, por mais importante que seja, não pode ser o principal fator de decisão.

A implicação deve vir junto do problema para que o lead sinta na pele o quanto esse fator atrapalha seu time internamente.

Em seguida, apresentar alguns pontos que são essenciais em um processo de contratação demonstra qual o caminho a ser seguido, gerando valor e despertando interesse no lead por uma conversa mais específica.

Você pode saber mais sobre esse tipo de email nesse conteúdo.

Email de prospecção Basho

O modelo de email Basho trabalha com a ideia de “Why you” e “Why you Know”.

Portanto é email personalizado focado totalmente em porque você está contatando o lead naquele momento. É um email objetivo e direto, em que o próprio assunto já faz referência ao que você está abordando.

Esse tipo de email depende de um excelente time de inteligência comercial. Ele depende de uma pesquisa prévia sobre o lead. O objetivo é relacionar algo do lead, como um artigo publicado em uma revista, com o que a sua empresa oferece de solução.

Basho email exemplo

Email de prospecção customizado

Este é um email altamente customizado, focado em demonstrar que você conhece o lead e admira o trabalho dele. É um email chave, porém que demanda tempo de pesquisa e escrita, afinal ele precisa ter totalmente focado no lead.

No exemplo, ao abordar o ponto em comum com o lead, o email gera um rapport. Em seguida, o elogio ao case e trabalho da empresa demonstra simpatia, algo que não é comum em emails de prospecção.

Email de prospecção customizado

Conclusão

Sabemos que não há uma bala de prata no mercado ou uma formula mágica para fazer tudo dar certo. A prática leva ao sucesso. Testar as abordagens é essencial.

Não existe resposta certa ou email padrão que vai gerar aumento de conversão no processo de vendas instantaneamente. O ideal é sempre fazer um acompanhamento de perto dos índices de open e reply rate, afim de entender qual modelo de email está dando resultados e quais não.

Ah, e é claro! Modelos de emails não são eternos, não necessariamente o que dá certo hoje vai funcionar amanhã também. Para dar uma olhada no que está funcionando bem, dá uma olhadinha no nosso Report 2020 

Os exemplos passados aqui servem principalmente para gerar insights para você e seu time de vendas e ajuda-los no desenho do seu processo e criação do modelo de vocês.

As dicas finais que posso dar a vocês são:

  1. Personalizar é tudo. Quanto mais o lead perceber que o email foi feito para ele, mais chance tem da sua conversão aumentar.
  2. Modelo de email vai otimizar o seu resultado, mas eles precisam ser bem pensados, não existe uma receita de bolo para isso.

Espero que esse texto tenha ajudado vocês a terem insights de como construir um bom modelo de email para seu processo. Agora mãos à obra! O lead está a esperado seu contato.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *