Storytelling: Como contar a história da sua empresa

Tempo de leitura: 5 minutos
O que você vai ler neste artigo

A nossa história começa a ser escrita desde o momento em que nascemos. Cada momento de nossas vidas contribuiu para construir o que somos hoje. O mesmo se aplica à sua empresa.

A história de sua empresa se iniciou no momento em que você teve uma ideia e decidiu iniciar um negócio. E desde lá, muita coisa aconteceu, não é? Houve momentos de felicidade e, outros não tão felizes assim.

Storytelling

Você percorreu uma trajetória e, ao longo dela, sua história e da sua empresa foi sendo composta. Porém, ao longo de todo esse tempo os fatos e acontecimentos não foram registrados em papel ou nem mesmo digitalizados. Não há um livro recheado de capítulos que conte a sua história. E agora? O que fazer? Você saberia contar essa história?

“Great stories happen to those who can tell them.” – Ira Glass

Antes de responder a essa pergunta você deve primeiro começar pensando em outra:

Qual é a história da sua empresa?

Primeiramente, defina seu foco, ou seja, defina qual a parte da sua história você quer contar e qual seu intuito ao contá-la. Segundo, faça que a história seja atraente e desperte emoções nos ouvintes. Ao fazer isso, você estará executando o que chamamos de Storytelling.

Storytelling significa a capacidade de contar histórias relevantes e consiste em um método que utiliza palavras ou, recursos audiovisuais, para transmitir essas histórias. No artigo de hoje vamos falar sobre duas maneiras de utilizar o Storytelling para apresentar sua empresa e atrair mais prospects.

Visual Storytelling

O Visual Storytelling, como o próprio nome sugere, é contar uma história utilizando recursos visuais. Ele representa uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo pois consegue captar a atenção dos usuários mais eficientemente do que por meio de textos. De acordo com Forrester, 90% da informação que é transmitida ao cérebro são visuais e ela é processada 60.000 vezes mais rapidamente do que textos. Visual Storytelling pode ser feito em mídias sociais por meio de imagens, vídeos e, outros recursos visuais.

Utilizando Imagens

Uma imagem vale mais do que mil palavras e o uso delas pode ser suficiente para contar sua história. Muitas marcas vem utilizando inteligentemente esse recurso nas mídias sociais, como é o exemplo da IBM, uma empresa norte-americana de TI que tem uma história ilustre de inovação ao longo de anos.

A IBM compartilha fotos antigas de seus arquivos em sua página no Facebook. Por meio das imagens, eles mostram como a tecnologia foi se alterando ao longo do tempo e, como a empresa realizou essas mudanças. A nostalgia provocada ao ver a imagem abaixo estabelece uma conexão instantânea com a marca.

Storytelling IBM

Contar a história de sua marca traz uma dimensão completamente nova ao seu marketing de conteúdo. Lance mão de imagens para mostrar o quão longe você chegou e compartilhe os momentos que foram marcantes para sua empresa. Aproveite para celebrar esses momentos com sua comunidade e convide-os a compartilhar suas histórias também.   

Utilizando Vídeos

Criar vídeos que contam a história da sua empresa exigirá mais tempo e esforço, mas o esforço pode valer a pena. A Chanel, consagrada empresa francesa, lançou uma campanha chamada Inside CHANEL, que retrata toda a história da empresa, desde sua fundação até os dias atuais.

A campanha retrata vários acontecimentos importantes para a marca, como o lançamento do perfume CHANEL N 5. O vídeo abaixo é um dos 13 vídeos da série Inside CHANEL produzidos para contar a trajetória da empresa.

Continuando nessa onda dos vídeos, uma nova tendência de utilização de micro-vídeos tem chamado a atenção nas mídias sociais, especialmente no Instagram e no Vine. Os micro- vídeos são vídeos de curta duração que são compartilhados com o intuito de transmitir uma mensagem em um curto espaço de tempo.

Se você não dispõe de recursos para produzir vídeos longos como o da Chanel, pode apostar nos micro-vídeos, como esse aqui da Nike, que apresenta o novo produto da marca, Air Max Zero. Em 1985, o então desenvolvedor da Nike, Mark Parker, compartilhava uma ideia mega revolucionária junto ao designer, Tinker Hetfield , que somente foi lançada em 2015.

Imagine agora uma situação em que você precise fazer uma apresentação presencial mas, não dispõe de recursos visuais. Como continuar utilizando o Storytelling para apresentar sua empresa?

Storytelling no seu Pitch

A reposta é simples, faça uso do Storytelling durante seu pitch. Como o pitch consiste em conseguir passar uma mensagem ou vender um conceito, ideia ou produto em um curto período de tempo, muitas pessoas acabam se transformando em robôs e, nesse caso, há uma perda de conexão com o ouvinte.

Diante disso, use histórias para trazer seu(s) ouvinte(s) ao seu mundo. Contar uma história relevante é uma das maneiras mais eficazes de obter a atenção de alguém e, ao estabelecer essa conexão maior com o seu ouvinte, ele se identificará mais com a sua empresa.  

“Why should you make your pitch a story? People hate pitches and people love stories.” Eric Glustrom

Ao contar uma história você estará mostrando aos seus prospects como seu produto pode gerar valor para eles usando como exemplo como ele gerou valor para você e para seus clientes. Uma boa história deve revelar a grande vantagem que sua empresa trouxe para a vida do consumidor.

Storytelling

Você pode estar se perguntando qual o melhor momento do pitch para se utilizar o Storytelling. Na verdade não há um momento exato. Você pode começar seu pitch contando sua história, ou você pode utilizá-la no ápice de seu discurso.

No clássico discurso de lançamento do Iphone em 2007, Steve Jobs inicia seu discurso contando sobre a trajetória da Apple desde o lançamento do computador pessoal em 1984 até o lançamento do revolucionário Iphone.

Questionando-se sobre que histórias contar durante seu pitch?

Você pode compartilhar a história de como descobriu a solução para um problema do seu ouvinte.

Nessa situação, dê a sua audiência a oportunidade de descobrir os problemas e as soluções a eles da forma como aconteceu com você e não se esqueça de estabelecer um fluxo lógico e elementos emocionais durante sua fala.

Sua solução para os problemas importa menos do que mostrar que ela funciona, então aproveite para incluir exemplos de situações em que sua solução funcionou e, faça isso também por meio de histórias.

Não há uma fórmula ou modelo que irá funcionar para todo mundo durante seu pitch. Você terá que encontrar o que te faz ser autêntico e saber explorar bem isso. Todos serão mais felizes se for capaz de transformar seu pitch em uma boa história.

Se sua empresa possui boas histórias, então por que não compartilhá-las? Conte sua história utilizando imagens, vídeos, ou outros recursos visuais como os exemplos que mostramos nesse post. Quanto melhor você for no Storytelling, mais atenção você atrairá para sua marca.

Nossa recomendação é que comece utilizando o Storytelling ao compartilhar imagens em suas mídias sociais, e quando estiver fera nisso, comece a produzir os vídeos. Para desenvolver a habilidade de contar histórias durante seu pitch, inicie praticando dentro do seu próprio time e, quando se sentir dominando a técnica comece a utilizá-la no seu pitch ao apresentar sua empresa.

O que você acha do Storytelling? Já teve alguma experiência em que você utilizou imagens para compartilhar a história de sua empresa? Como foi a resposta de seus seguidores quando você postou as fotos? Notou alguma diferença? Conta pra gente nos comentários, nós vamos adorar saber mais!