capa scrum e projetos ágeis
Gestão

O que é Scrum e como executar suas tarefas em metade do tempo?

Você já sentiu que as metas estipuladas pela sua empresa nunca são alcançadas?

Ou você chega ao meio do projeto e percebe que não cumprimu nem um terço do que foi planejado?

No papel, todo planejamento parece perfeito, mas quando vamos colocar em prática parece que todos aqueles diagramas e as milhões de páginas do manual não servem para nada.

É porque realmente não servem. Quem já leu, de verdade, todas as páginas de um manual de projeto? A resposta é: ninguém.

Mas se todo esse planejamento não funciona, como podemos atingir os objetivos propostos dos projetos dentro do tempo estipulado?

É para resolver esse dilema que surge a metodologia do Scrum.

Mas afinal, o que é o Scrum?

Se você trabalha no mundo tech ou tem algum contato com ele, provavelmente já ouviu falar sobre o Scrum.

Se não, não se preocupe, ele é bem intuitivo e pode ser facilmente aplicado a qualquer empresa ou projeto.

Antes de mais nada é importante entender a diferença entre Scrum e projetos ágeis, porque na prática essas terminologias acabam se confundindo.

Projetos ágeis são um conjunto de métodos e práticas que buscam atingir os princípios descritos no Manifesto Ágil.

Já o Scrum é o framework que pode ser utilizado para implementar Projetos Ágeis.

Especificamente, o Scrum é uma estrutura com a qual conseguimos planejar e gerir projetos de forma ágil sem perder a qualidade.

É importante enfatizar a questão da qualidade, porque o Scrum tem como uma das suas bases a melhoria contínua.

Todo processo Scrum deve seguir 3 principais fundamentos:

  • Transparência: todo o processo deve ser visível a todos;
  • Inspeção: todo o processo realizado deve ser inspecionado constantemente para que o time consiga identificar o que não está dando certo e o que pode melhorar;
  • Adaptabilidade: se algum aspecto do projeto desviar do limite aceitável ele deve ser revisado e adaptado para cumprir essa exigência.

Para que o Scrum seja possível ele deve conter quatro eventos principais:

Evento #1: Planejamento de Sprints

Sprints são ciclos rápidos de tempo pré determinado que devem  gerar um produto ao final. Todo o trabalho a ser realizado durante o Sprint vai ser planejado nesse evento.

Evento #2: Daily Meeting

A daily meeting é uma reunião diária de 15 minutos na qual o time deve responder três principais perguntas:

  • O que eu fiz ontem que ajudou o time a atingir o objetivo do Sprint?
  • O que eu vou fazer hoje para ajudar o time a atingir o objetivo do Sprint?
  • Eu vejo algum obstáculo que possa impedir a mim ou ao time de atingir o objetivo do Sprint?

Evento #3: Revisão do Sprint

Acontece no final de cada Sprint para inspecionar o produto gerado até então e adaptar o prazo do projeto, caso necessário.

Evento #4: Retrospectiva do Sprint

É uma oportunidade para o time avaliar a si mesmo e construir um plano de melhorias para o próximo Sprint.

scrum process melhoria contínua em vendas

Mas como faço para implementar o Scrum?

O primeiro passo é pegar aquele manual de mil páginas e jogá-lo no lixo. É SÉRIO! Não vamos precisar mais dele.

Em segundo lugar, pode comprar um estoque de post-its. Sim, post-its! Eles vão ser muito usados ao longo do processo.

Você deve escrever nos post-its todas as atividades que devem ser feitas ao longo do projeto. Depois disso é preciso estimar quanto trabalho (sim trabalho, não tempo) cada uma das atividades vai gerar.

Então é hora de priorizar, ou seja, decidir qual atividade deve ser realizada primeiro.

É necessário estipular quanto esforço, tempo e dinheiro devem ser utilizados nesse projeto. Para isso, é legal fazer uma comparação entre as atividades para descobrir qual demanda mais esforço.

Essa comparação pode ser feita dando valores, como se fosse uma pontuação, para cada uma das atividades e depois comparando esses valores.

Pronto! Agora você tem um passo a passo completo de como implementar o Scrum.

No início essas práticas podem se mostrar trabalhosas, mas quanto mais elas forem realizadas, mais instintivas elas vão se tornar.

Durante esse planejamento é importante nunca esquecer os quatro principais eventos do Scrum, para sempre ter uma melhoria contínua do projeto.

Scrum Visual

Uma maneira de simplificar o Scrum é torná-lo visual para que todos da equipe fiquem a par das atividades realizadas.

Para isso podemos construir o quadro do Scrum, separando-o nas seguintes colunas:

  1. Pendência;
  2. A fazer;
  3. Fazendo;
  4. Em revisão;
  5. Feito.

Todas as atividades elencadas devem ser enquadradas em uma dessas colunas para conseguirmos ter uma visão bem clara de todo o processo.

Em vendas, por exemplo, a gestão visual pode ser feita através de um quadro como o do Scrum, mas que represente o seu funil de vendas com cada uma das suas etapas.

flipchart friday metodologias ágeis em vendas post-it

Quais os benefícios de adotar o Scrum?

Acho que agora ficou bem claro o que é o Scrum e como ele pode ser implementado em uma empresa ou projeto, não é?

Mas vocês devem estar pensando:

Ok, já sei o que é o Scrum, mas quais são os benefícios de implementar esse framework?

Lembra do que falamos lá no início? Sobre planejamentos que não dão certo na prática e sobre manuais de milhares de páginas que ninguém lê?

O Scrum vem exatamente para garantir que os projetos sejam executados de forma ágil, garantindo sempre a melhoria dos processos e do time.

Além disso, o Scrum permite que exista um feedback coletivo, uma vez que ao final de cada Sprint acontece uma reunião para que todos avaliem o que foi entregue.

Essas reuniões constantes ajudam a redirecionar a equipe como um todo, as atividades e as tarefas de cada um ao longo do projeto e ao longo de cada Sprint.

Isso ainda possibilita um maior alinhamento entre todos do time e um menor desperdício dos recursos e do tempo.

Então, pode ter certeza que, ao adotar o Scrum, seus projetos vão ser mais ágeis, melhores e vão ter maior previsibilidade.

Espero que tenham gostado! Qualquer dúvida, ou se quiser trocar uma ideia sobre isso, é só deixar o comentário aqui embaixo, ok?


Originalmente publicado no blog do Trello, contextualmente modificado pela Outbound Marketing 😉

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *